Email:   Pass: 
 
Imoveis e casas
  Inicío  »   Peral
 
 Freguesias  
AlguberCadavalCercalFigueirosLamasPainhoPeralPêro MonizVermelhaVilar
 Lojas / Serviços  
Peral Peral
(0)
Agro-Alimentar
(0)
Automóvel e Motos
(0)
Beleza
(0)
Comércio
(0)
Cultura e Lazer
(0)
Desporto
(0)
Ensino e Educação
(0)
Hotelaria e Restauração
(0)
Imobiliário e Construção
(0)
Indústria
(1)
Inst. e Org. Públicos
(0)
Lar, Decoração e Manutenção
(0)
Saúde
(2)
Serviços
(0)
Tec. Informação e Comunicação
(0)
Turismo
Brasão
Peral

População:  953 habitantes
Área:  16,39 km²
Densidade populacional:  58,1 hab/km²
Actividades económicas:Agricultura.
Padroeiro:  Mártir São Sebastião
Festas e Romarias:Festa em honra do Mártir S. Sebastião e St.ª Catarina - Último fim-de-semana de Agosto; Festa em honra de N.ª Sr.ª da Graça - Primeiro Domingo de Setembro; Festa nas Barreiras - 8 de Setembro; Festa em Casais do Peral - Quinta-feira da espiga.
Património cultural e edificado: Igreja matriz.
Colectividades: Associação Cultural e Desportiva
das Barreiras; APAS-Associação dos Produtores Agrícolas de Sobrena; Apas Floresta - associação de produtores florestais; Associação de Promoção Local e Familiar dos Casais do Peral; Associação de Promoção Local e Familiar dos Casais do Peral; Associação de Apoio Cultural e Recreativa do Peral; Associação Cultural e Recreativa de Sobrena.
Gastronomia:

A aldeia do Peral, sede de freguesia, fica situada a nordeste da sede do concelho (vila do Cadaval), a aproximadamente 4 Km.

A aldeia do Peral foi, no tempo do Rei D. Fernando, vila e sede de Paróquia, como se pode constatar na doação que o Rei fez ao 4º Conde de Barcelos em 17 de Julho de 1371.

O Peral fica situado numa planura, entre colinas, sendo rara a propriedade rústica que não seja possuidora de um poço de água nascente.

Pelos finais do Sec XII, o termo de Óbidos apresentava uma densidade populacional bastante fraca, sendo a aldeia de Peral uma das mais povoadas.

Em redor do Peral, concentravam-se os bens fundiários da colegiada de Santa Marinha do Outeiro de Lisboa, Pedro Barbosa, refere que em 1190 esta colegiada fez aqui a sua primeira aquisição ao comprar uma casa com sua herdade lavrada e inculta. No ano de 1254 aforou bens no Peral e a partir dessa data até 1365, beneficiou de três doações de vinha do aforamento de um herdamento e de cinco emprazamentos de bens, tudo na aldeia de Peral.

Em 10 de Julho de 1371a Freguesia de Peral é elevada a Vila. Efémera existência a sua já que sete dias depois haveria de ser doada a D.João Afonso Teles de Meneses, conde de Barcelos, e inserida meses mais tarde, no termo do Cadaval. A Carta de constituição da Vila do Peral, é tanto no seu conteúdo como no seu aspecto formal, muito idêntica à do Cadaval, residindo a única diferença na área administrativa bem mais diminuta que lhe foi atribuída. Sub jurisdição de Vila do Peral, ficavam afectadas apenas as freguesias de Cercal e Peral. O Peral, apesar de ter perdido a categoria concelhia em favor da constituição do termo da Vila do Cadaval, constou sempre nas cartas de confirmação de doação com a nomenclatura de Vila.

94 Oeste (94,2 FM)

Loading


Alcobaça   Alenquer   Arruda dos Vinhos   Batalha   Bombarral   Caldas da Rainha   Lourinhã   Leiria   Mafra   Nazaré   Óbidos   Peniche   Sobral   Torres Vedras